segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

A onda imparável da positividade

Quem já experimentou mergulhar no oceano sabe que é impossível parar uma onda. Os surfistas compreendem isso melhor que os demais. Por isso usufruem da sua força imparável e viajam nelas. Aprendamos com eles e utilizemos a sua capacidade de apreciar tal deleite. Apanhemos as ondas de positividade e façamo-nos transportar nelas empregando essa poderosa energia em todos os nossos afazeres.
Aproveitemos esse impulso para retirar do nosso vocabulário expressões do género: “É muito difícil”, “Não consigo”, “Isto não vai a lado nenhum”,… Com delicadeza deitemos fora todos os pessimismos, essas ondas negativas que nos encarquilham a alma. Agarremos todas as ondas positivas. Passemo-las aos que amamos e aos outros também. Pintemos o nosso rosto com um sorriso constante. Sejamos avarentos nas lamentações e nas reprimendas. Sejamos generosos nos afectos, nos elogios, na cooperação.
Coloca-te na prancha da positividade e aprende as artes de viajar entre cada onda. Dá tempo ao tempo nesse processo de aprendizagem. É indescritível a sensação de liberdade de voar com o vento. Por instantes perdemos o contacto com a água e os pés ganham asas. Sentir-te-ás tão ditoso que rebentas se não partilhas o que te vai dentro. Quando navegares essa onda passa-a aos teus próximos. Assim contribuirás para a multiplicação das vagas no oceano a que pertences. E quanto mais encrespado estiver o mar, melhor será!

6 comentários:

Anónimo disse...

Querida Sónia

Dou Graças a Deus por existirem pessoas como a Sónia.

Num dia cinzento de chuva em que escrevi a amigos dizendo que o Sol sorri acima das nuvens, o seu testemunho vem confirmar aquilo que Deus me quer dizer: " Colocar-me na prancha da Positividade e aprender as artes de viajar entre cada onda".

Bem haja!

Um doce beijo
Dulce Maria

Catarina Sá disse...

Olá Sónia,

Mais uma vez deleitaste-nos com um pensamento muito profundo e inquietante, porque faz-nos pensar que é preciso nunca desistir do que queremos.
Tenho saudades tuas, foste uma excelente team leader e espero que um dia possamos voltar a trabalhar juntas. A ver se é desta que nos encontramos em Portugal! :)

Jinhos,
Catarina Sá

Micas disse...

Olá :)
Cheguei até este espaço através de uma amiga não virtual ;) e, simplesmente adorei tudo o que aqui vi. Se houvesse mais pessoas assim, tudo seia bem mais simples e o mundo bem melhor para todos.

Um grande Bem Haja :)

Anónimo disse...

Adorei a tua onda: "A onda imparável da positividade"! Eu voltei a ser surfista muito recentemente, tive mais de 20 anos sem surfar. Com o teu maravilhoso texto fizeste-me compreender porque instintivamente voltei recentemente ao mar para surfar. Obrigado por me fazeres sentir uma pessoa positiva! Por vezes a vida prega-nos partidas muito duras, mas se formos positivos conseguimos ultrapassa-las. Para além da positividade, temos de ver o lado bom do que nos está a fazer sofrer, doutra forma o sofrimento ganha mais força que a nossa imensa vontade de atingir a felicidade. Eu sou o Zé Carlos, para além do surf, também voltei a praticar Karaté Shotokai, que tinha suspenso há mais de 11 anos. Também voltei ao Karaté na “hora H”, uma vez que estavam a organizar um estágio/caminhada a Santiago de Compostela comemorativo da vida e obra do nosso Mestre Tetsuji Murakami (http://www.ocaminho.eu). Foi a melhor e mais rica experiencia que vivi nestes meus 38 anos. Concluindo, não é suficiente termos uma visão positiva das coisas, temos que a aplicar! Temos de lutar pelos valores que acreditamos, mesmo que seja o caminho mais difícil. Temos de criar laços de amizade entre as pessoas com quem privamos e com quem cruzamos. Temos a obrigação de ser felizes! Sendo certo que a felicidade só se consegue fazendo o Bem, lutando pelo Bem de uma forma positiva e determinada! Doutra forma a felicidade não nos sorri!

Anónimo disse...

Revi nestas palavras um espírito empreendedor, uma vontade de atingir coisas que muitos não compreendem e não conseguem aplicar.
Não é fácil dizer... é fácil! Mas torna-se cada vez mais fácil quanto mais acreditarmos que vale a pena acreditar no optimismo!
Como te conheço, é com orgulho que presencio a tua obra, que me congratulo por sempre achar que tinhas valor, e sentir que acertei quando pensei que nos irias sempre surpreender.

Anónimo disse...

amunicipal analytics zhang lfgr hubris lease amanda imrk akhand crystals bisoprolol
semelokertes marchimundui